Criopreservação de Sêmen (Congelamento)

O que é a criopreservação seminal?

A criopreservação de sêmen é o congelamento dos espermatozoides em nitrogênio líquido, a uma temperatura de -196o C. Para que os espermatozoides possam ser congelados com efetividade, usam-se soluções crioprotetoras, permitindo que as chances de sucesso de gravidez seja exatamente a mesma quando comparados com o uso de sêmen fresco. A qualidade da criopreservação também depende muito da qualidade do próprio sêmen ejaculado. Amostras seminais muito ruins, especialmente aquelas com baixa motilidade progressiva, tendem a ter uma pior recuperação após o aquecimento para seu uso em técnicas de reprodução assistida. A criopreservação pode ser sugerida em várias situações clínicas:

Tratamentos oncológicos

Tanto a quimioterapia quanto a radioterapia local da bolsa testicular ou em áreas próximas podem levar a morte das células produtoras de espermatozoides, podendo gerar tanto uma azoospermia transitória (por até 5 anos) quanto definitiva. A azoospermia é caracterizada pela ausência total de espermatozoides no fluído ejaculado. Quanto maior e mais prolongada for a dose de quimioterapia, maiores são as chances de levar à ausência total e definitiva da produção de espermatozoides.

Alguns quimioterápicos são mais tóxicos para os testículos que os outros, e, portanto, a escolha do tipo de quimioterapia também interfere no efeito final para fertilidade. O mesmo é válido para a radioterapia, em que quanto maior for a dose administrada de irradiação, maior a chance do homem ficar permanentemente infértil.

 

Antes de cirurgias urológicas ou no retroperitôneo

Cirurgias por via uretral para raspagem da próstata e do colo vesical podem resultar em ejaculação retrógrada. Cirurgias para câncer de próstata e cirurgias no retroperitôneo para ressecção de linfonodos podem ocasionar ausência completa de ejaculação por falha na emissão do sêmen na uretra.

 

Antes da cirurgia de vasectomia

Todo os pacientes que desejarem realizar a vasectomia podem ser orientados a colher sêmen para criopreservação, já que aproximadamente 6% dos homens se arrependem do procedimento e procuram por nova paternidade no futuro.

 

Antes de tratamentos de Reprodução Assistida

Muitos homens, no dia de ejacular para fornecer espermatozoides para serem fertilizados com os óvulos da esposa, não conseguem realizar a coleta devido ao nervosismo e ansiedade do momento ou por não conseguirem estar presentes. Portanto, a criopreservação do material com antecedência ao tratamento permite o uso do gameta masculino no dia da inseminação intrauterina ou no dia da fertilização in vitro.

 

Existe alguma preparação especial para a coleta de criopreservação?

É indicado que o homem fique de 3 a 5 dias em abstinência e realize um espermograma convencional. Deve-se solicitar também as seguintes sorologias básicas de acordo com as regras da ANVISA:

  • Pesquisa para HIV sorologia
  • Pesquisa para HTLV sorologia
  • Pesquisa para Sífilis sorologia
  • Pesquisa para Hepatite B sorologia
  • Pesquisa para Hepatite C sorologia
  • Pesquisa de Zika Virus Sorologia IgM

 

Por quanto tempo a amostra seminal pode ficar criopreservada?

A amostra seminal pode ficar congelada indefinidamente. A ciência já tem bebês nascidos com o uso de espermatozoides congelados por mais de 20 anos. A amostra criopreservada pode ser desprezada a qualquer momento pelo paciente, bastando assinar um documento solicitando o descarte.

Agende sua consulta agora mesmo

Categorias
Sobre

Contamos com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, que vai da enfermagem especializada em reprodução humana até a fisioterapia para dor pélvica crônica.


Contato

Rua Joaquim Floriano, 466 14º andar - Cj 1409
Itaim Bibi | São Paulo - SP

11 3071.4767

babycenter.med.br

WhatsApp chat