Aspiração de Espermatozoides Epididimários (MESA)

Existem alguns homens que produzem espermatozoides, mas não conseguem libera-los para engravidar suas parceiras. Uma possível solução para esses pacientes é a técnica de Aspiração de Espermatozoides Epididimários (MESA).

A azoospermia obstrutiva é caracterizada por produção normal de espermatozoides, porém, devido à uma obstrução no canal deferente, não é possível libera-los na forma de ejaculação. A cirurgia de vasectomia é uma das principais causas. Entretanto, existe uma outra causa importante que também causa azoospermia obstrutiva: a doença Fibrose Cística. Nessa doença existe a ausência da formação dos vasos deferenciais e, por este motivo, os espermatozoides que são produzidos não conseguem ser eliminados.

Então, como é possível recuperar espermatozoides destes homens para que eles possam ser pais? Uma possível solução para esse problema é a técnica cirúrgica que permite a aspiração de espermatozoides Epididimários, também conhecida como MESA (do inglês, Micro Epididymal Sperm Aspiration).

Como a MESA é realizada?

No centro cirúrgico, com o paciente sob sedação, o especialista em reprodução humana faz um pequeno corte de cerca de 1,5 cm na pele da bolsa testicular, expondo todo o epidídimo por esta pequena abertura. O epidídimo é uma estrutura muito importante para fertilidade masculina e se localiza junto ao testículo. Ele é constituído por uma extensa rede de canais sinuosos e é responsável pelo amadurecimento, motilidade e potencial fertilizante dos espermatozoides. Usando o microscópio cirúrgico, os túbulos epididimários são abertos e todos os espermatozoides são coletados por meio de um cateter com aspiração a vácuo e analisados em uma lâmina para checar a quantidade e qualidade dos gametas masculinos.

Parte deste material é utilizado para a fertilização dos óvulos pela técnica de ICSI e, quando o material recolhido for de boa qualidade, o restante é criopreservado para uso futuro em outros tratamentos de reprodução humana caso necessário.

O corte na pele é fechado com fio absorvível, não sendo necessário retirar os pontos depois.

Como é a recuperação do procedimento MESA?

Finalizada a cirurgia, o paciente ficará cerca de 2 a 3 horas hospitalizado para se recuperar e será liberado para casa no mesmo dia. Solicita-se apenas 24hs de repouso, uso de antibiótico analgésicos leves por poucos dias e abstinência sexual por duas semanas. O paciente deve evitar atividades físicas vigorosas, como pegar peso, andar de bicicleta, correr e nadar de 7 a 10 dias.

Cerca de 14 dias após a cirurgia, a cicatrização estará completa e os pontos devem ser reabsorvidos pela pele em até 21 dias.

 Existem complicações da MESA?

As maiores complicações são infecção e sangramento, porém com uma incidência muito baixa, de cerca de 1% apenas. Por este motivo pede-se o uso de antibióticos e o repouso por 24 horas após a cirurgia. Sentir dor ou desconforto no local é comum, podendo durar de 24 a 48hs e com fácil alívio aos analgésicos comuns.

Agende sua consulta agora mesmo

Categorias
Sobre

Contamos com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, que vai da enfermagem especializada em reprodução humana até a fisioterapia para dor pélvica crônica.


Contato

Rua Joaquim Floriano, 466 14º andar - Cj 1409
Itaim Bibi | São Paulo - SP

11 3071.4767

babycenter.med.br

WhatsApp chat